O pedivela uma coroa é uma nova febre no mundo do Mountain Bike. Você já deve ter se deparado com uma bike sem câmbio dianteiro e apenas uma ao invés de três coroas no pedivela. Muitas bikes estão sendo comercializadas com este equipamento, o que faz os ciclistas se perguntarem: pedivela uma coroa é bom? Fica muito pesado?

Pedivela uma coroa das marcas Shimano e SRAM.
Pedivela uma coroa das marcas Shimano e SRAM.

Inicialmente, ao olhar para a bike, você pode pensar “algo está faltando aí”. De fato está, mas isso não significa que o equipamento é inferior. 

Muitos fabricantes de componentes apostam na nova febre, produzindo grupos de transmissão completos que são comercializados de fábrica com uma coroa na frente e “x” velocidades atrás. São os famosos 1×10, 1×11 e 1×12  (até o momento). Mas como isso funciona? Será que é bom? O que acontece com a amplitude das marchas sendo que não há mais opção de outras duas coroas?

Nesta matéria vamos esclarecer algumas destas questões, venha conosco.

Pedivela uma coroa: vantagens

O sistema de transmissão com pedivela uma coroa foi desenvolvido com base em muitos estudos e certamente traz diversas vantagens. Vamos discutir algumas delas a seguir:

Visual

O sistema de transmissão de uma coroa é simples e esta simplicidade é uma vantagem.  O fato de não necessitar de câmbio dianteiro dá um visual mais “limpo” para a  bike, além da maior liberdade dos fabricantes na criação de quadros tanto full-suspension quando hardtail. Já que o espaço no tubo do canote de selim está livre, os fabricantes podem apresentar designs e tecnologias diferenciadas. 

Quadro fica com um visual mais "limpo"
Quadro fica com um visual mais “limpo”.

Peso

O fato de não ter câmbio dianteiro, passadores de marcha, coroas e cabos acaba por reduzir o peso da bike em algumas gramas. Dependendo da alteração que você faz, pode ser que sua bike fique 300, 400, 500 gramas mais leve.  E quando falamos em competição, esta redução faz muita diferença.

Veja no detalhe: o passador de marcha, câmbio dianteiro, conduíte e cabo pesam 372g. Se a maior e a menor coroa do pedivela Alivio forem retirados, são mais cerca de 209g. Ao todo, a redução de peso daria 581g! Este valor pode variar de acordo com o grupo/marca.
Veja no detalhe: o passador de marcha, câmbio dianteiro, conduíte e cabo pesam 372g. Se a maior e a menor coroa do pedivela Alivio M4000 forem retirados, são mais cerca de 209g. Ao todo, a redução de peso daria 581g! Este valor pode variar de acordo com o grupo/marca.

 

Manutenção

Sem câmbio e sem cabos significa sem manutenção. É um problema a menos para se preocupar se você estiver participando de uma prova. Novamente a simplicidade se destaca, pois logicamente, se você não tem um câmbio dianteiro, não precisa se preocupar com a manutenção do mesmo. 

A matemática é simples: sem câmbio, sem manutenção
A matemática é simples: sem câmbio, sem manutenção.

Da mesma forma, você não vai ter de se preocupar com lubrificar e quem sabe até substituir cabos e conduítes.

Tudo isso traz uma economia para o seu bolso.

Clique aqui e saiba como aumentar a vida útil da sua transmissão!

Espaço

Não ter passador de marcha dianteiro significa mais espaço. Assim, você pode fixar no seu guidão outros equipamentos importantes, como a trava da suspensão ou o controle do canote de selim hidráulico.

Lado esquerdo do guidão fica com espaço livre para fixação de trava da suspensão e outros dispositivos.
Lado esquerdo do guidão fica com espaço livre para fixação de trava da suspensão e outros dispositivos.

O quadro também acaba tendo mais espaço livre para a fixação de outros equipamentos, como um suporte de caramanhola por exemplo.

Veja a galeria abaixo com quatro bikes que possuem transmissão 1×11 e note o espaço/visual das mesmas:

Praticidade

Tendo que acionar somente um passador de marcha torna o pedal mais prático e mais fácil de controlar. O pedivela uma coroa não exige tantas trocas na recuperação de marchas, da maior para a menor por exemplo, como em sistemas duas ou três coroas.

Tecnologia

Para resultar num sistema de pedivela uma coroa que seja realmente eficiente, muito estudo foi investido em toda a transmissão. As coroas utilizadas por exemplo, possuem dentes que foram desenhados para um melhor encaixe com a corrente, fazendo que ela permaneça no lugar. Esta inclusive é a razão do porque você vê as transmissões com pedivela uma coroa não utilizarem guia de corrente. Todos os componentes foram desenvolvidos para permanecerem firmes. 

Note que a coroa possui dentes com formatos diferentes para proporcionar encaixe nos elos maiores e menores da corrente.
Note que a coroa possui dentes com formatos diferentes para proporcionar encaixe nos elos maiores e menores da corrente.

Outro exemplo disso é o câmbio traseiro para este tipo de transmissão, que apresenta maior estabilidade e dispositivos que controlam a trepidação da corrente.

Vale lembrar que estes sistemas não utilizam os mesmos componentes que os demais. O cassete neste caso tem configuração diferente dos sistemas três coroas, para que haja uma equivalência de marchas. Por exemplo: a maior engrenagem de um cassete de 11 velocidades (11-46D) é mais leve do que a de um cassete de 9 velocidades (11-34D).

Cassete 11-46 da Shimano: note o tamanho da maior coroa. Cassete possui um escalonamento de engrenagens de forma a suprir a necessidade de marchas leves, interemediárias e pesadas.
Cassete 11-46 da Shimano: note o tamanho da maior coroa. Cassete possui um escalonamento de engrenagens de forma a suprir a necessidade de marchas leves, interemediárias e pesadas.

Isto acontece com todas as engrenagens do cassete, que são desenvolvidas para que haja uma combinação entre coroa e cassete, proporcionando assim uma certa equivalência.

No entanto, esta equivalência não é exata, o que nos leva a destacar um ponto negativo.

Pedivela uma coroa: desvantagens

Alguns usuários do sistema de pedivela uma coroa destacam que dependendo da transmissão, não há total suprimento de suas necessidades. Porém, devemos levar em consideração que existem diferentes configurações de transmissões 1x, que atendem à diferentes ambientes. Se você pedala em trilhas por exemplo, vai utilizar marchas mais leves, com mais tração e não tanta velocidade. Já se você pedala em estradas, pode necessitar de uma marcha intermediária/mais pesada para conseguir mais velocidade. A fim de encontrar a combinação que lhe atenda, existe uma variedade de coroas, que vão de 30 à 38 dentes, além de cassetes com configurações variadas.

Transmissão 2x10
Transmissão 2×10

O ideal é que você analise o uso da sua bike para escolher uma transmissão que atenda às suas necessidades.

Outra desvantagem do sistema é o preço: a grande maioria das transmissões com pedivela uma coroa ainda possuem preço mais elevado do que os convencionais. No entanto, a tendência é que com a popularização, os preços vão caindo e novas alternativas são desenvolvidas.

Assista o vídeo abaixo resgatando todas as vantagens e desvantagens do sistema:

Conclusão

O sistema de transmissão com pedivela uma coroa veio para ficar e já decreta o fim dos câmbios dianteiros. São diversos os benefícios: visual mais “limpo”, redução de peso, não há necessidade de manutenção, mais espaço no guidão e quadro além da praticidade na troca de marchas. A tecnologia investida nos equipamentos faz deste tipo de transmissão um sucesso. 

Embora o preço do equipamento seja de certa forma elevado (em comparação aos sistemas convencionais), a tendência é que com a popularização, os preços caiam e novas alternativas sejam criadas. 

Estamos vivendo uma nova era, onde câmbios dianteiros estão desparecendo.

Aproveite para conferir as Mountain Bikes com transmissão 1x na Doutor Bicicleta!

Se você gostou desta matéria, tem alguma dúvida ou sugestão, deixe um comentário!

Se preferir, entre em contato conosco:

Facebook

Instagram

Doutor Bicicleta- Youtube

Doutor Bicicleta – Visite nossa loja

Telefone: (47) 3635-3903

Whattsapp: (47) 99790-1819

Email: contato@doutorbicicleta.com.br

Pedivela uma coroa é bom?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *