Você conhece a Specialized Ground Control AIM A1 1996?

Há alguns anos atrás, esta era sonho de consumo de muitos ciclistas, seu design diferenciado chamava muita atenção.

Grafismo Specialized Ground Control

A bike que você verá nesta matéria é de um dos proprietários da Doutor Bicicleta e o texto foi produzido pelo Marcelo, ou Jassa, grande entusiasta do meio, responsável por dar nova vida a muitos modelos que pararam no tempo. Você encontra os meios de contato dele no final desta matéria.

Surgimento das Full-Suspension

Em 1996, já era possível ver bicicletas de suspensão total nas competições internacionais, o surgimento de vários sistemas de links de suspensão traseira nessa época, aumentou muito, todas as grandes marcas tinham modelos a altura representando um novo tipo de bicicleta para a maioria dos céticos e alguns poucos mortais, pois elas a cada ano ganhavam adeptos e cifras proporcionalmente.

Eram poucos que podiam ter uma full suspension, elas ilustravam todos os catálogos como as jóias de cada marca e demostravam o poder tecnológico, cada uma apostando do seu projeto, sendo ele consagrado ou não.

Imagem de revista da época
Imagem de revista da época

Com a Specialized não foi diferente. Todas as principais marcas em sua maioria tinham projetos próprios, o direito de patentes na época para sistemas de links para bicicletas era bastante falho e abriam “brechas” para diversa marcas menores utilizarem o mesmo sistema de links com algumas mudanças sutis e a briga era desleal. A Specialized até então, utilizava os direitos de licenciamento de patentes da AMP Reserch, do criador do único sistema de links bem-sucedido utilizado até hoje pela Specialized, criado pelo Engenheiro de motocross Sr. Horst Leitner, também inventor do sistema de suspensão veicular MacPherson.

Contribuição de Horst Leitner

O Sr. Leitner, licenciou suas bikes para várias empresas como Mongoose, Specialized, Mercedez Bens e diversos componentes para mais um número de marcas, seu sistema chamado de Horst link, era o mais acertado e funcional existente na época, apesar disso, no final dos anos 90, Sr. Leitner, vendeu sua patente para Specialized e abandonou o universo das bicicletas, pois até então, a Specialized não tinha acertado um projeto viável para uma bicicleta full suspension e perdia mercado para suas concorrentes. Nessa época, a AMP Reserch, já tinha o projeto avançado para uma bicicleta de curso maior, com o sistema Horst link que veio a se chamar AMP B-4 e posteriormente veio a B-5 que já sob domínio da Specialized, veio a se chamar FSR.

Protótipo criado por Horst Leitner em 1991/1992
Protótipo criado por Horst Leitner em 1991/1992

Infelizmente as bikes de suspensão total ainda eram caras, havia a necessidade de atingir um maior número de adeptos pelas full suspension’s e a Specialized recorreu ao criador Sr. Leitner novamente, para criar uma bike de suspensão dupla funcional e de construção simples. Para que a fabricação tivesse um custo menor e maior atrativo para o consumidor. Com esse desafio em mãos, o Sr. Leitner, criou uma bicicleta com sistema MacPherson integrado a bike e então surgiu a Specialized Ground Control AIM A1.

Características da Specialized Ground Control AIM A1

Bicicleta Specialized Ground Control
Bicicleta Specialized Ground Control

Tendo chamado o sistema de AIM (Active Indenpendent Mechanism), ou mecanismo de sistema independente, a Ground Control tinha a triangulo dianteiro do quadro em alumínio de liga 6061 e o triangulo traseiro em cromo-molibdênio para baratear ainda mais o conjunto. Era equipada com um amortecedor traseiro de óleo/mola fabricado pela gigante Taiwan RST em parceria com a Specialized para equipar especialmente a Ground Control. O sistema é montado em três links de pivôs e seu stay inferior assimétrico, para minimizar a torção e ter espaço para o câmbio dianteiro, método que veio a ser muito utilizado nos dias de hoje. Todos os reforços foram pensados para eliminar as falhas mais comuns das bikes da época, reforços nas junções dos links, do seat stay com o chain stay e do próprio seat tube que sustenta na ponta o pivô do amortecedor traseiro. Uma bicicleta muito robusta e confiável além de muito bonita.

Note o triângulo traseiro, todos os links, reforçados para oferecer resistência à bike
Note o triângulo traseiro, todos os links, reforçados para oferecer resistência à bike

O curso alcançado pelo amortecedor traseiro é modesto, ele varia de 1 polegada a 1,5 polegada, o curioso é que o quadro de tamanho 13,5” até 17” alcançava 1 polegada quanto que os maiores 1,5 polegada efetivamente. Tecnicamente, podemos considerar a Ground Control uma “SoftTail” pois com um curso tão pequeno não atende aos padrões existentes na época que já começavam a aumentar o curso devido a necessidade das provas de Cross Country e Downhill que estavam sendo cada vez mais severas.

Shock desenvolvido pela RST em parceria com a Specialized e suas "incríveis" 1 à 1,5 polegada de curso
Shock desenvolvido pela RST em parceria com a Specialized e suas “incríveis” 1 à 1,5 polegada de curso

Nem tudo são flores…

A Specialized Ground Control AIM A1 tem suas limitações, ela não é uma bicicleta para provas de MTB e muito menos para Downhill, o limitado curso na traseira, tende a bater muito, talvez um upgrade do amortecedor traseiro para um sistema ar/óleo solucione parcialmente o problema.

O peso da bicicleta é um fator crítico, ao baratear demais a produção, o peso versus performance, ganha desvantagem. O freio traseiro é pouco eficiente, devido ao pivô de freio estar muito longe da junção do amortecedor traseiro, ocasionando um arco de flexão, facilmente resolvido com a adoção de um brake booster e seus componentes de nível mais acessível se trocados por componentes de ponta talvez a façam mais leve, mas se discute qual a vantagem disso.

O amortecedor dianteiro padrão é uma Rock Shox Quadra 21R amarela, ficou muito linda no conjunto total, sendo um amortecedor full elastômero, atende muito bem as necessidades e é bastante leve para a época.

Suspensão dianteira Rock Shox Quadra 21 R
Suspensão dianteira Rock Shox Quadra 21 R

Não existem registros da utilização da Ground Control AIM A1 em provas do circuito mundial, os modelos eram intermediários de custo acessível e eram equipados com grupos híbridos entre Shimano XT e LX e GripShifter X-ray de 8 velocidades.

Transmissão combinava grupos Deore LX e Deore XT, com passadores de marcha de 8 velocidades
Transmissão combinava grupos Deore LX e Deore XT, com passadores de marcha de 8 velocidades

Acessível ao mercado

A Specialized acertou com o Ground Control na popularidade, é uma bike linda de encher os olhos, as cores o grafismo e o design é muito bonito e até avançado para época. Tendo sido lançada como full suspension, ela está mais para uma SoftTail, muito confortável, robusta e uma parte importante da história que trilha o MTB. Os objetivos foram alcançados pela Specialized ao introduzirem a Groundo Control, o custo dela na época era até 6 vezes menor para uma bicicleta de suspensão dupla top e podemos até dizer que muitos iniciaram suas paixões por bikes de suspensão dupla por causa dela.

 

Detalhe do câmbio traseiro Deore XT e links da balança
Detalhe do câmbio traseiro Deore XT e links da balança

Hoje a Specialized Ground Control AIM A1 é um item colecionável, não existem muitas por aí, mais raro ainda encontrar um exemplar em bom estado, muitos entusiastas da época nunca viram uma pessoalmente e com certeza ficariam loucos ao vê-la, porque ela é muito mais bonita ao vivo.

Falando em vê-la ao vivo, sinta o gostinho assistindo o vídeo abaixo:

Ficha técnica da Specialized Ground Control

Veja na imagem abaixo as especificações técnicas da bike conforme catálogo da época:

Conclusão

A Specialized Ground Control contém características muito interessantes para a época, o projeto era ousado e foi desenvolvido para atender um mercado mais amplo. Se compararmos o funcionamento dos componentes aos padrões atuais, a bicicleta perde muito. No entanto,  é preciso lembrar que para a época o projeto é arrojado e de alto desempenho. Pode-se dizer que o pioneirismo de marcas que fizeram bikes como a Specialized Ground Control tiveram direta contribuição para o aperfeiçoamento das tecnologias que resultaram no que temos atualmente em questões de equipamento.

 Novamente agradeçemos o Jassa pela colaboração e a parceria com o Blog da Doutor Bicicleta em se disponibilizar e produzir este material. Confira seu Instagram e e Blog  ou clique na logo abaixo para ser direcionado ao seu Facebook:

 

Se você gostou desta matéria, tem alguma dúvida ou sugestão entre em contato conosco:

Facebook

Instagram

Doutor Bicicleta no Youtube

Doutor Bicicleta – Visite nossa loja

Telefone: (47) 3635-3903

Whattsapp: (47) 99790-1819

Email: comercial@doutorbicicleta.com.br 

Voltando no tempo: Conheça a Specialized Ground Control Aim A1 Ano 1996

2 ideias sobre “Voltando no tempo: Conheça a Specialized Ground Control Aim A1 Ano 1996

  • 21 de julho de 2017 em 12:28
    Permalink

    Super top a matéria, o Jassa tem bicicletas incríveis seria muito interessante ver elas aqui no blog, parabéns Dr Bicicleta e parabéns Jassa

    Resposta
    • 21 de julho de 2017 em 13:18
      Permalink

      Legal Marcelo, fique ligado que tem mais bike vindo aí (:

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *